O “Golpe de Estado” esta noite em Portugal foi só no Twitter #prayforportugal

%CODE1%

Não há coisa pior que acordar de má vontade e de repente perceberes que as redes estão a fervilhar com alguma coisa que se passou durante a noite. Na minha timeline muita gente perguntava o que era a tag #prayforportugal, e tive que ir descobrir o que era.

Clicando na tag pude ver que os autores de tão generoso movimento eram espanhóis, logo tinha que desconfiar. Recuando um pouco no tempo percebi que falavam de um golpe de estado que tinha ocorrido durante a noite em Portugal. Ora, no Bom Dia Portugal da RTP, que estava a ver na altura, não diziam nada sobre o assunto, como seria natural em caso de estarem a inventar revoluções pela net.

Neste post explicam bem o que se passou, e tudo partiu de uma fotomontagem a simular um tweet do El País. Porque é que se gasta tempo e perícia nestas coisas não percebo, mas ainda me lembro do rumor nos mercados internacionais de um golpe de estado por cá ainda o Durão Barroso era primeiro ministro. Na China era tudo preso, mas felizmente não somos a China. Ainda.

Eu acho que é tudo inveja, mas não se deve começar o dia com uma mentira destas. A desilusão pode dar-nos cabo do dia. Nuestros hermanos, no Europeu hablamos, ok?

UPDATE: estou a ver alguns portugueses a inventar situações nas suas timelines para alinhar na brincadeira, como: “snipers estão a matar pessoas a partir do telhados do Porto” e que há combates nas ruas. Não brinquem, isto é tudo uma questão de percepção e já somos muito mal vistos por quem não nos conhece.

UPDATE 2: o Público apresenta outra versão e provavelmente estão mais certos que eu, porque têm meios para isso (e pagam-lhes). Agora  gostava de saber quem foi a inteligência na AP que se lembrou desta. Não confundam assaltos a multibancos com guerras civis.

UPDATE 3 (Com a ajuda do Luís Galrão): O Expresso alinha pela minha primeira versão e o Público mudou a versão inicial. (vejam os comentários abaixo). Acontece.

8 thoughts on “O “Golpe de Estado” esta noite em Portugal foi só no Twitter #prayforportugal”

  1. A versão do Expresso está melhor que a do PÚBLICO (que pelos vistos não tem meios…). Ainda ontem, enquanto decorria o golpe, identifiquei estes cinco prováveis autores #prayforportugal:

    https://twitter.com/#!/MikelNhao/status/186943932691791872 (o primeiro)
    https://twitter.com/#!/hate_maker/status/186946309842927616
    https://twitter.com/#!/Molatucamiseta/status/186947180337180672
    https://twitter.com/#!/FacuDiazT/status/186947315246964736/photo/1
    https://twitter.com/#!/roberbodegas/status/186947405764231168

  2. Nao tenho link para esa explicaçao. Ontem uma das minhas amigas espanholas viu o tweet, e mandou-me uma menssagem para preguntar-me, porque ela sabes que estou a morar em Lisboa. Depois El pais apagou o tweet. O de que eles acreditaron uma das brincadeiras do día 1 de Abril é so o que eu acho… 😉

  3. Nao foi isso o que aconteceu, o tweet foi publicado, e um bocado depois apagado. Acho que um dos trabalhadores do Pais, areditou uma das brincadeiras do día 1 de Abril…

Leave a Reply